Blog da Editora Dialética

Escritora e pesquisadora Cristiana Lembo lança livro que visa ensinar leitores sobre formas saudáveis de acolhimento às crianças cardiopatas

Cristina Lembo, escritora e pesquisadora, graduada pela PUC-SP e mestra em psicologia pela mesma insituição afirma que a pouca informação sobre a temática foi um dos motivos que impulsionou a pesquisa que fundamentou o livro “De peito aberto: a percepção da criança cardiopata sobre seu coração”.

Caracterizada por ser uma anormalidade na estrutura ou na função do coração, a cardiopatia congênita é uma das patologias que mais incide na população infantil. De acordo com o ministério da saúde, em uma matéria publicada em junho de 2020, todo ano no Brasil, estima-se que nasçam aproximadamente 30 mil crianças com cardiopatia congênita, tendo em vista a taxa de incidência estimada em 1 caso a cada cem nascidos vivos. Essa enfermidade, além de limitar muito, gera traumas físicos e emocionais aos pacientes.

A fim de promover um debate maior acerca desse tema, a psicóloga Cristiana Lembo desenvolveu a pesquisa “De peito aberto: a percepção da criança cardiopata sobre seu coração”. Cristiane é graduada pela PUC-SP e mestre em psicologia clínica pela mesma instituição. A acadêmica já trabalhou com Psicologia Hospitalar Infantil, por isso desenvolveu experiência com crianças cardiopatas e crianças com câncer. Entretanto, atualmente ela possui o próprio consultório, onde atende adultos, na abordagem junguiana.

Dada a experiência de Cristiana em cuidados de crianças com câncer e cardiopatia congênita, a pesquisadora de 28 anos quis aprofundar os seus conhecimentos no assunto, de modo a entender melhor os sentimentos das crianças com essas condições. No entanto, ela não encontrou materiais de estudos especificamente sobre a percepção da criança em relação ao seu adoecimento, o que despertou a necessidade de desenvolver sua pesquisa de mestrado sobre essa temática.

Procurei material para aprofundar minhas ferramentas de intervenção, mas não encontrei. Encontrei artigos sobre os pais
dessas crianças e sobre os profissionais da saúde que trabalham com elas, mas nada sobre a percepção da criança sobre seu adoecimento em si. Livros, então, nem se fala!

Cristiana Lembo possui experiência em psicologia hospitalar Infantil com ênfase em cuidados de crianças cardiopatas e crianças com câncer.

O livro de Cristiana vem para mudar esse cenário de pouca informação sobre muitos aspectos da cardiopatia congênita, tanto para as crianças, quanto para futuros pesquisadores e profissionais que trabalham com essa população. Ao dedicar sua obra não somente aos médicos especialistas em cardiopatias, mas a todos os profissionais da área da saúde, Cristiana explica que o livro tem a pretensão de ensinar e fazer os leitores refletirem sobre formas saudáveis de acolhimento, bem como possíveis interpretações diante dos traumas e sofrimentos vividos pelas crianças doentes.

A escrita e a publicação de livros sempre fizeram parte da vida de Cristiana. Aos 11 anos a autora ganhou seu primeiro concurso de redação na escola, aos 16 anos publicou seu primeiro romance, aos 19 anos publicou seu segundo livro e aos 27 coorganizou duas obras junto a uma professora da faculdade. No entanto, para a escritora, a publicação dessa nova obra trouxe um sentimento diferente.

Já tive a experiência de publicar outras obras, mas nunca uma pesquisa que me levou tanto tempo para produzir. Foram dois anos de muito estudo e desafios. Poder ver esse trabalho materializado e como estudo de apoio para futuros pesquisadores me deixa muito feliz.”

Cristiana Lembo é graduada pela PUC-SP e mestre em psicologia clínica pela mesma instituição. / Foto: Arquivo Pessoal

O livro “De peito aberto: a percepção da criança cardiopata sobre seu coração” é uma obra de oito capítulos que discorre desde o funcionamento do coração e suas patologias até o impacto dos traumas sofridos por uma criança. 

É importante que os psicólogos entendam os medos e as fantasias das crianças com cardiopatia congênita, pois o processo hospitalar já é sofrido o suficiente e todo cuidado na hora de conversar e ouvir essas crianças é bem-vindo.

Cristiana Lembo possui experiência em psicologia hospitalar Infantil com ênfase em cuidados de crianças cardiopatas e crianças com câncer.

A pesquisadora ressalta que é preciso ter atenção para quais palavras usar ou quais perguntas fazer para não aumentar a experiência traumática que essas crianças vivem.

O interesse de Cristiana pelo tema não é casual, quando criança a psicóloga também sofreu com uma cardiopatia. Ela nasceu com a doença conhecida vulgarmente como “sopro no coração”, e embora sua cardiopatia não tenha sido tão grave quanto muitos casos dos quais ela já presenciou e ainda que tenha sido curada com o passar do tempo, a pesquisadora destaca que alguns pontos da sua infância enquanto convivia com a doença acarretou alguns traumas.

Cresci com medo de encontrar pessoas vestidas de branco. Imediatamente associava a médicos e a possibilidade de fazer exames invasivos.

Cristiana Lembo é experiente também em psicologia analítica.

Sentimentos, relatos e vivências como esses vividos por Cristiana são fatos que devem ser divulgados para que as crianças com cardiopatia congênita possam receber um tratamento condizente com o que ela está passando e para que os familiares possam receber o auxilio de que precisam para lidar e entender mais profundamente tais situações.

Para compor a sua pesquisa, Cristiana explica que os periódicos nacionais e internacionais, a psicologia analítica e a psicossomática junguiana, com a qual ela trabalha atualmente, a ajudaram muito frente as dificuldades para conseguir materiais de estudos. Além disso, as obras de C. G. Jung, de Steck e Steck e de Spiegel junto aos livros da sua orientadora, Denise Gimenez Ramos, especialista e precursora no campo de estudo da cardiopatia congênita foram fundamentais para esse trabalho.

Cristiana manifesta a pretensão de publicar mais livros voltadas para esse tema, pois a recepção dos leitores à obra tem confirmado a importância de destacar esse tema.  A autora destaca que tem recebido mensagens positivas, em relação ao seu livro, de instituições, profissionais e pais de crianças cardiopatas, o que para ela já é um sucesso. Ela acredita que são os livros didáticos, como o que ela publicou, que permitem o aprofundamento do conhecimento nas diferentes áreas de interesses de estudos.

Para além de consultar periódicos, são os livros didáticos que nos
permitem aprofundar nosso conhecimento e nossas áreas de interesse de estudo. Os livros me permitem um mergulho mais longo e rico, não somente um recorte de um determinado tema.

Cristiana Lembo possui atualmente o próprio consultório, onde atende adultos, na abordagem junguiana.

Para contatar Cristiana e conversar sobre o livro “De peito aberto: a percepção da criança cardiopata sobre seu coração”, vá até a página do Instagram @crisresenhalivros e envie uma mensagem.

Você também tem alguma pesquisa ou estudo relevante a ser publicado como livro? Publique você também o seu estudo acadêmico e forneça material didático para a sua área de pesquisa. Clique aqui e converse com um de nossos consultores editoriais sobre como publicar sua tese e/ou dissertação como livro. Ou clique aqui e converse com um dos nossos consultores editoriais sobre como publicar seu artigo científico como capítulo de livro.

Gostou? Compartilhe com mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Inscreva-se em nosso blog.

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu e-mail.

POSTS MAIS RECENTES

Romance, ficção, política e outros temas estão presentes no livro “Sem Trégua: um legado de ensinamentos de como sobreviver à pobreza e à vida profissional no meio político”, da escritora Aracilba Alves da Rocha. Livro publicado pela Editora Dialética será lançado em 8 de julho em João Pessoa

Aracilba Alves da Rocha é uma profissional que vive atualmente em João Pessoa, na Paraíba e possui 40 anos de experiência em administração de empresas públicas. A escritora é Graduada em Engenharia Civil, Especialista em Gerenciamento de Empresas Públicas, Planejamento Urbano, Gestão de Habitação Popular e Finanças Públicas. Além disso, possui vasta experiência em Gerenciamento Executivo, que abrange empresas do Setor Elétrico, Telefonia, Saneamento e Transporte, Finanças Públicas, Administração e Planejamento.

Leia mais »

Escritor, Fernando Couto de Magalhães, publica a obra “Instituto Hawkins e as anomalias do tempo”, ficção científica que conta a história de um paleoantropólogo brasileiro que viaja por diversas partes do mundo em prol de descobertas pré-históricas 

Fernando Couto de Magalhães possui formação em Comunicação Social, é Pós-Graduado em Ciências Humanas – História, Filosofia e Sociologia e possui cursos de extensão em universidades como Harvard e Universidade de Columbia nos campos da História da Globalização, Arqueologia e Museologia. Para o escritor, ser lançado no Brasil como autor de ficção científica é uma realização “incrível”.

Leia mais »

Educadora e Pesquisadora Regina Célia Fernandes da Costa Perpétuo lança livro ”A alfabetização de crianças com diagnóstico de deficiência intelectual: o direito à diferença”, obra que, dentre muitos aspectos, busca chamar a atenção da sociedade para esta realidade.

Regina Célia Perpétuo é Mestra em Educação pela Universidade Nove de Julho – UNINOVE, Pós-graduada (lato sensu) em Gestão pela Universidade Anhembi Morumbi, em Docência do Ensino Superior e em Psicopedagogia pela Faculdade Campos Elíseos, Graduada em Pedagogia pela Universidade Guarulhos – UNG e em Letras pela Universidade Brás Cubas – UBC.

Leia mais »

Quer receber mais conteúdos excelentes como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 4.221 – 1º andar, Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04538-133 // Telefone: (11) 4118-6308