Blog da Editora Dialética

Livro “José Guilherme Merquior: um liberal na Era de Aquarius”, da acadêmica Sonia Carvalho, apresenta faceta diferente do renomado crítico literário

Sonia Carvalho iniciou sua trajetória na UERJ, no curso de Pedagogia, prosseguiu na UCAM com o curso de Direito e caminhou para o mestrado em Literatura e Cultura na PUC Rio, onde deu origem a análise sobre Jose Guilherme Merquior.

“O jovem que se tornou adulto em plena a Guerra Fria, em seus primeiros textos já impunha a sua voz. Seu olhar penetrava na realidade observável, revelando os resultados desastrosos da implantação concreta do ideário marxista, que considerava totalizante e totalitário. Pensador inquieto, cronista sagas, crítico severo e impetuoso, enquanto vivo impunha sua voz, influindo e pautando o debate cultural.”, assim a escritora Sonia Carvalho descreve o renomado crítico Jose Guilherme Merquior.

Atualmente advogada, Sonia iniciou sua carreira acadêmica cursando pedagogia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, uma das maiores e mais prestigiadas universidades do país e da América Latina, logo depois começou a faculdade de direito pela Universidade Candido Mendes – UCAM. No entanto, foi no mestrado em literatura e cultura, cursado na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-RIO que a escritora desenvolveu a sua pesquisa sobre Jose Guilherme Merquior.

Também diplomata e sociólogo o pensador brasileiro já falecido deixou, além de muitas obras literárias, um currículo extenso pautado por diversas atividades não somente no Brasil, mas em muitos outros países, como Paris, Alemanha e Inglaterra. No entanto, a fim de ultrapassar esse limite do Merquior que muitos conheceram e ouvem falar, Sonia busca apresentar em sua obra “Jose Guilherme Merquior: um liberal na era de Aquarius” uma faceta diferente do crítico.

Fui olhar com atenção meus livros e constatei que, entre muitos outros, havia, e há, vários de José Guilherme Merquior, por quem nutro uma admiração antiga. Recordei que lia os seus textos, acompanhava seus embates no famoso Caderno B do Jornal do Brasil. E senti curiosidade intelectual de saber mais sobre esse homem do conhecimento que eu admirava e admiro

Sonia Carvalho é pedagoga formada pela UERJ, graduada em direito pela UCAM e mestre em literatura e cultura pela PUC-RIO. / Foto: Arquivo Pessoal

            Composto por 156 páginas, o livro se divide em 6 capítulos, nos quais Sonia explica que os desenvolveu com a pretensão de que cada um possa ser lido e entendido independente do outro. Neles, a autora perpassa por temas gerais que abrangem temas como a Guerra Fria e os governos militarista, assuntos muito analisados por Merquior e apresenta a vida do diplomata regada a detalhes, o que faz parte da compreensão de quem foi o pensador.

Para auxiliar na construção desse fato, a escritora contou com depoimentos de Leandro Konder, Sérgio Paulo Rouanet, Roberto Schwartz, Luís Costa Lima e muitos outros intelectuais que conviveram com Merquior. A autora conta que a ideia é apresentar o diplomata em plano geral, detalhando tudo sobre a sua vida, tanto o que já é de domínio público quanto outras descobertas que ela fez ao longo da sua pesquisa. Assim, foram surgindo os capítulos da obra. Sua intenção é promover ao público uma leitura dinâmica, de modo a parecer que Merquior está caminhando e sendo visto a cada capítulo por um ângulo diferente.

Depois de trabalhar há muito tempo no texto, ele já me é tão íntimo que aquilo que está na minha cabeça parece que está escrito. Mas sei que para cada um, o texto vai falar de uma maneira.

Sonia Carvalho é pedagoga formada pela UERJ, graduada em direito pela UCAM e mestre em literatura e cultura pela PUC-RIO.

Além dos depoimentos, a pesquisa de Sonia contou ainda um grande referencial teórico para prestigiar a tradição merquioriana de constante diálogo. Intelectuais de diferentes origens, nacionalidades e visões político-ideológicas como, por exemplo, o inglês Terry Eagleton que, tal como Merquior, lança um olhar agudo e crítico acerca da Cultura, Norberto Bobbio, que foi um dos quadros mais lúcidos do Partido Socialista Italiano (PSI), além de ser um estudioso que confronta o senso comum, e o italiano Umberto Eco, pensador que estudas os signos, a modernidade e a cultura de massa, auxiliaram a autora em sua obra.  

A autora entrega aos leitores uma obra rica em conteúdos de forma detalhada e de maneira dinâmica, sem deixar de passar a essência do que a produção pretende. Sonia explica que resgatar o pensamento do liberal José Guilherme Merquior e uma das suas maiores pretensões com este livro.

Merquior era um brasileiro de talento raro que, despido da arrogância de quem se imagina dono de um saber absoluto e inabalável, apostava na crença de que o debate é o espaço da livre circulação e do confronto das ideias, e o mais lúcido e eficaz caminho na direção do conhecimento

Sonia Carvalho é pedagoga formada pela UERJ, graduada em direito pela UCAM e mestre em literatura e cultura pela PUC-RIO.

O livroJose Guilherme Merquior: um liberal na era de aquarius” é a primeira obra publicada de Sonia, e a autora, sem afirmar se é uma continuação ou não dessa obra, conta que pretende lançar outro livro pela Editora Dialética. Ela conta que só tem a agradecer a todos da empresa por conduzi-la tão bem nessa experiência inédita e prazerosa que é a publicação de um livro.

Tem sido excelente, muito além de minhas expectativas iniciais. Tanto assim, que meu próximo livro, já em fase de acabamento, será ofertado à Editora Dialética para análise visando a publicação.

Sonia Carvalho é pedagoga formada pela UERJ, graduada em direito pela UCAM e mestre em literatura e cultura pela PUC-RIO.

A Editora Dialética busca não somente ajudar o autor a publicar sua obra, mas também fazê-lo se sentir bem durante toda a execução deste acontecimento, desde a transformação dos estudos acadêmicos em livro acadêmico até o processo de divulgação e apresentação da obra para o público.

Você também tem alguma pesquisa ou estudo relevante a ser publicado como livro? Publique você também o seu estudo acadêmico e forneça material didático para a sua área de pesquisa. Clique aqui e converse com um de nossos consultores editoriais sobre como publicar sua tese e/ou dissertação como livro. Ou clique aqui e converse com um dos nossos consultores editoriais sobre como publicar seu artigo científico como capítulo de livro.

Gostou? Compartilhe com mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Inscreva-se em nosso blog.

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu e-mail.

POSTS MAIS RECENTES

Livro “Razoabilidade e a Proporcionalidade como Garantias Constitucionais na Dosimetria da Penalidade Disciplinar”, de Adir Claudio Campos, é uma produção que, entre outras coisas, busca promover uma reflexão sobre esse tema ainda pouco compreendido e considerado pela administração pública e o judiciário

Adir Claudio Campos possui vasta experiência em direito administrativo, tendo atuado como assessor jurídico na Câmara Municipal de São Paulo e na Câmara Municipal de Uberlândia, além de ter exercido o cargo de Subprocurador-geral e Procurador-geral do Município de Uberlândia.

Leia mais »

Romance, ficção, política e outros temas estão presentes no livro “Sem Trégua: um legado de ensinamentos de como sobreviver à pobreza e à vida profissional no meio político”, da escritora Aracilba Alves da Rocha. Livro publicado pela Editora Dialética será lançado em 8 de julho em João Pessoa

Aracilba Alves da Rocha é uma profissional que vive atualmente em João Pessoa, na Paraíba e possui 40 anos de experiência em administração de empresas públicas. A escritora é Graduada em Engenharia Civil, Especialista em Gerenciamento de Empresas Públicas, Planejamento Urbano, Gestão de Habitação Popular e Finanças Públicas. Além disso, possui vasta experiência em Gerenciamento Executivo, que abrange empresas do Setor Elétrico, Telefonia, Saneamento e Transporte, Finanças Públicas, Administração e Planejamento.

Leia mais »

Escritor, Fernando Couto de Magalhães, publica a obra “Instituto Hawkins e as anomalias do tempo”, ficção científica que conta a história de um paleoantropólogo brasileiro que viaja por diversas partes do mundo em prol de descobertas pré-históricas 

Fernando Couto de Magalhães possui formação em Comunicação Social, é Pós-Graduado em Ciências Humanas – História, Filosofia e Sociologia e possui cursos de extensão em universidades como Harvard e Universidade de Columbia nos campos da História da Globalização, Arqueologia e Museologia. Para o escritor, ser lançado no Brasil como autor de ficção científica é uma realização “incrível”.

Leia mais »

Educadora e Pesquisadora Regina Célia Fernandes da Costa Perpétuo lança livro ”A alfabetização de crianças com diagnóstico de deficiência intelectual: o direito à diferença”, obra que, dentre muitos aspectos, busca chamar a atenção da sociedade para esta realidade.

Regina Célia Perpétuo é Mestra em Educação pela Universidade Nove de Julho – UNINOVE, Pós-graduada (lato sensu) em Gestão pela Universidade Anhembi Morumbi, em Docência do Ensino Superior e em Psicopedagogia pela Faculdade Campos Elíseos, Graduada em Pedagogia pela Universidade Guarulhos – UNG e em Letras pela Universidade Brás Cubas – UBC.

Leia mais »

Quer receber mais conteúdos excelentes como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 4.221 – 1º andar, Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04538-133 // Telefone: (11) 4118-6308