Blog da Editora Dialética

Pesquisadora Rosemary Fraga publica livro “Acessibilidade nas edificações do Setor de Oftalmologia da Faculdade de Medicina do ABC” promover diferentes tipos de acessibilidade

A acadêmica possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga especialista em deficiência visual, orientação e mobilidade, atendimento educacional especializado, psicomotricidade, direito educacional, neurociência Cognitiva, neuropsicopedagogia, libras, surdo-cegueira, psicanálise e espiritualidade.

Com o intuito de promover a inclusão e a acessibilidade, a escritora Rosemary Fernandes Fraga desenvolveu a pesquisa e está lançando o livro “Acessibilidade nas edificações do Setor de Oftalmologia da Faculdade de Medicina do ABC: colocando em prática o Decreto 5.296/04”.

Uma das competências desse decreto, conforme o Ministério da Educação – MEC, é garantir acessibilidade às pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida. Para isso, ele regulamenta as leis n° 10.048/2000, que  prevê atendimento prioritário às pessoas com deficiência física, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes e pessoas acompanhadas por crianças de colo em repartições públicas e empresas privadas, e a lei n° 10.098/2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção de acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, entre outras.

Entretanto, ainda que hajam leis, a importância dos mais diferentes tipos de acessibilidade para fomentar uma melhoria social em diversos aspectos não é tão pautada. Por isso, Rosemary acredita que, embora sejam fundamentais, apenas as leis não são suficientes para que haja uma sociedade igualitária.

É necessária uma mudança de consciência de todas as pessoas.

Rosemary possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga e especialista em deficiência visual.

Com isso, a trajetória acadêmica e profissional de Rosemary inclui uma carreira voltada aos processos de qualidade de vida e processos cognitivos do ser humano. A acadêmica possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga especialista em deficiência visual, orientação e mobilidade, atendimento educacional especializado, psicomotricidade, direito educacional, neurociência Cognitiva, neuropsicopedagogia, libras, surdo-cegueira, psicanálise e espiritualidade. E, além disso, tem pesquisas direcionadas aos distúrbios de aprendizagens, doenças degenerativas, demências e autismo em várias faixas etárias, além de integrar o grupo dos Líderes Mundiais, da Universidade do Pensamento.

Ajudar o próximo e promover pautas capazes de auxiliar outras pessoas são atitudes que estão sempre presentes na vida de Rosemary. Conforme a pesquisadora, mesmo antes de iniciar a vida acadêmica, ela já sabia que gostaria de seguir a carreira com a finalidade de desenvolver ações capazes de beneficiar outras pessoas.

Em minha trajetória sempre busquei realizar pesquisas que fossem ser implantadas, não ficassem somente no papel, assim também coloco essa sementinha em meus alunos, para que consigam realizar estudos que tornem nossa sociedade mais equitativa.

Rosemary possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga e especialista em deficiência visual. / Foto: Arquivo Pessoal

Rosemary relata que por trabalhar com deficientes visuais e pessoas com mobilidade reduzida, além de outras deficiências, seu olhar em relação à acessibilidade voltou-se para auxiliar e promover pautas de modo a ajudar essas pessoas. Somado a isso, o fato de ter perdido a mãe com uma doença degenerativa, na qual ter acessibilidade era fundamental para o bem-estar dela, motivou a pesquisadora a lutar ainda mais por esta causa.

A obra é dedicada a todos, pois o intuito é conscientizar a sociedade sobre a importância da inclusão e acessibilidade

Rosemary possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga e especialista em deficiência visual.

Nesse sentido, o livroAcessibilidade nas edificações do Setor de Oftalmologia da Faculdade de Medicina do ABC: colocando em prática o Decreto 5.296/04” comtempla diversas questões de inclusão como, Acessibilidade atitudinal, Acessibilidade arquitetônica, Acessibilidade metodológica, Acessibilidade instrumental, Acessibilidade programática, Acessibilidade nas comunicações e Acessibilidade natural. Dessa forma, Rosemary contribui para prover a inclusão de todos na sociedade.

Com isso, o livro busca mostrar aos leitores que não é necessário ter uma deficiência física, distúrbio ou degeneração para lutar ativamente por estas questões. Segundo a autora, até mesmo um problema momentâneo pode configurar dificuldades que necessitam de inclusão e acessibilidade.

Devemos lidar com nossas dificuldades interiores e começar a termos um olhar mais humano em relação a todos. Afinal, todos têm limitações visíveis ou não.

Rosemary possui mestrado em ciências da saúde, com ênfase em promoção e qualidade de vida, é pedagoga e especialista em deficiência visual.

Ser capaz de passar essa mensagem por meio da publicação do seu livro tem sido, de acordo com Rosemary, umas das melhores sensações que ela já sentiu. A escritora enfatiza que poder ajudar outras pessoas e, além disso, inspirar as que pretendem também publicar uma obra, mas acreditam que é algo inatingível tem sido muito bom.

Você também tem alguma pesquisa ou estudo relevante a ser publicado como livro? Publique você também o seu estudo acadêmico e forneça material didático para a sua área de pesquisa. Clique aqui e converse com um de nossos consultores editoriais sobre como publicar sua tese e/ou dissertação como livro. Ou clique aqui e converse com um dos nossos consultores editoriais sobre como publicar seu artigo científico como capítulo de livro.

Gostou? Compartilhe com mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Inscreva-se em nosso blog.

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu e-mail.

POSTS MAIS RECENTES

Livro “E se tivesse sido assim?”, publicado pelo autor Roberto Guimarães da Silva, onde ele sintetiza romantismo, mistério e ficção, além fornecer dicas práticas para aqueles que almejam uma vida tranquila e estabilizada

Trainer de equipes com foco em processo e gestão pessoal para autoconhecimento e liderança, Roberto Guimarães da Silva é, dentre outras coisas, Palestrante e escritor, Master Coach, Geógrafo, Militar de carreira e Engenheiro. O profissional conta com mais de 25 anos de experiência na área de desenvolvimento humano, atuou em áreas como gestão de pessoas, comando e instruções de tropa e operações militares, logística, tecnologias de informação e comunicação e liderança de grupo.

Leia mais »

No livro “O teletrabalho/home office no Poder Judiciário brasileiro”, Luciana Faria de Carvalho relata, dentre outros aspectos, a experiência do regime de trabalho no Tribunal de Justiça de Mato Grosso durante o período da pandemia de Covid-19

Doutoranda e Mestre em Direito, Especialista em Direito Processual Civil e Processo Penal, Luciana Faria de Carvalho lança livro que traz um diálogo não apenas com as regras e os aspectos do direito do trabalho, mas uma perspectiva do direito administrativo, com nuanças do direito constitucional e direito ambiental.

Leia mais »

Elaine Ferreira dos Santos, autora do livro “O discurso de um grupo musical: rap” lança obra para professores e todos os interessados em conhecer o gênero Rap 

Doutora em Língua Portuguesa com ênfase em Análise do Discurso – Literatura Africana, PUC-SP, Mestre em Língua Portuguesa com ênfase em Análise do Discurso nas Letras de Rap, PUC-SP, dentre outras formações, Elaine Ferreira dos Santos atua como professora desde 1990 no ensino fundamental e médio e em 2003, iniciou no Ensino Superior prestando serviços em diversas Universidades.

Leia mais »

Quer receber mais conteúdos excelentes como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 4.221 – 1º andar, Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04538-133 // Telefone: (11) 4118-6308